Como prender a atenção - Eloquência

Como prender a atenção

como prender a atenção

Quando você fala, comunica informações e emoções.

Se seu conteúdo vem com “ondas emocionais” você vai prender a atenção das pessoas melhor do que se ele for só informativo.

Primeiro porque não vão prestar tanta atenção na hora que você falar, segundo porque não vão associar emoção à sua mensagem para lembrar melhor dele.

VOCÊ TEM MEDO DE FALAR EM PÚBLICO?

Receba por e-mail nosso guia gratuito sobre

​COMO VENCER ESSE MEDO:

Vamos assumir que você escolheu um tema interessante para seus interlocutores.

Isso vai influenciar muito na atenção que você vai receber: se seu tema é muito específico ou técnico terá chances de “perder” alguns ouvintes no caminho, a menos que você ache uma relação ou uma aprendizagem com um tema que envolva mais  as pessoas presentes.

Então, você escolheu um tema adequado a seus interlocutores, e quer toda atenção deles?

Emoção é a palavra chave. Emoção na forma de falar, emoção que suas palavras vão provocar.

Por que falar com emoção?

Lembra de algum professor que você já teve que não passava nenhum entusiasmo?

Falava baixo, não abria a boca para falar, usava um tom monocórdio?

Lembra como era enfadonho e cansativo assistir a essa aula?

Você se interessava pela matéria, mas a mesma passou a ser uma tortura por causa do professor.

Mas você também deve recordar daquele professor cheio de entusiasmo, simpático, eloquencia, que falava para fora, tinha uma postura ereta, utilizava bem os gestos para complementar a mensagem, distribuía o olhar pela turma e você percebia aquele brilho nos olhos dele.

Ele sempre destacava palavras importantes para chamar a atenção dos alunos!

Você até passou a gostar da matéria e antes você detestava.

Quando falamos com emoção cativamos as pessoas. Prendemos a atenção da platéia,. emocionamos e passamos credibilidade.

Causamos impacto e podemos convencer.

Você pode ficar sempre na lembrança de alguém ou de uma platéia.

Uma fala sem emoção, sem melodia, monótona não prende a atenção do ouvinte.

Com emoção a platéia vive aquilo que está sendo dito, os alunos aprendem com mais facilidade, um vendedor fecha uma venda porque atinge o seu cliente. Com emoção um encontro se torna inesquecível.

Uma apresentação com entusiasmo tem vida. Olhar o outro ou uma platéia com brilho no olhar, cativa.

Todos os grandes comunicadores falam com entusiasmo.

Nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.

Cora Coralina

O que é emoção?

Deriva das palavras latinas ex + movere que significam  “mover para fora”. É uma reação breve, forte no início, a um estímulo interno (influências bioquímicas) ou externo (influência no ambiente).

Emoções são um grande tema de pesquisa e várias teorias existem. Começou no século XVII com René Descartes e no século XIX  Darwin escreveu um livro que ficou como o grande primeiro estudo sobre emoções, ” The expression of the Emotions in Man and Animals”.

Das teorias que prevalecem hoje, acho interessante mencionar:

  • o trabalho do psicólogo estadunidense Robert Plutchik que afirma que existem oito emoções primárias: raiva, medo, tristeza, nojo, surpresa, curiosidade, aceitação e alegria e que as outras emoções derivam delas da seguinte maneira:

  • António Damásio, neurocientista português, subdivide as emoções em emoções primárias e emoções sociais.

    • as emoções primárias (ou de base) incluem, de acordo com ele, o medo, a raiva, o nojo, a surpresa, a tristeza e a felicidade.

    • as emoções sociais incluem: a simpatia, o embaraço, a vergonha, a culpa, o orgulho, a vontade, a gratidão, a admiração, a indignação e o desprezo.

Como transmitimos emoção?

Primeiramente podemos passar emoções através do tema e da mensagem do discurso.

Por exemplo, se o assunto for o assassinato de um jornalista que era defensor dos direitos humanos, já estaremos em um terreno propício para transmitir admiração, surpresa, indignação, raiva.

Seguidamente, na forma de falar, transmitimos emoção de diversas maneiras.

Pela expressão corporal, a forma de olhar,  o tom de voz, a melodia da fala, as palavras que usamos e o ritmo que marcamos.

Por esses meios deixaremos as emoções da nossa mensagem mais fortes ainda.

Faça o seguinte exercício:

Imagine que você queira vender uma viajem ou simplesmente queira falar de um lugar que conheceu.

  • Que lugar é esse?
  • Como é este lugar?
  • Quais são os pontos turísticos?
  • A culinária?
  • O clima?
  • Os atrativos deste lugar?
  • Passeios imperdíveis que o lugar oferece.

Agora se imagine falando sobre este lugar.

  • Sinta seu corpo. Observe-se.
  • A postura está de acordo com a emoção adequada e transmite entusiasmo?
  • Como é a postura de uma pessoa entusiasmada?
  • Os gestos complementam  o que as palavras dizem?
  • Os seus olhos brilham?
  • Busque sentir aquilo que sai de sua boca. Articule bem as palavras.
  • Traga a imagem da palavra usando a entonação da voz adequada. Uma voz audível, com boa intensidaderessonância.
  • Destaque palavras chaves. Aquelas que farão o ouvinte visualizar o que você quer transmitir.

Então, agora que visualizou, que tal fazer o exercício em voz alta, em frente ao espelho?

  • Solte-se e deixe fluir a emoção.
  • Você pode usar outros temas para exercitar. Pode adequar à sua realidade.
  • Experimente falar sobre você, seus pontos fortes, o que gosta em você.
  • Venda um produto ou serviço.
  • Comente sobre um livro que gostou.

Coloque emoção.

Quando nos comunicamos, passamos informações e emoções aos nossos interlocutores.

Para prender a atenção e deixar marcado na memória das pessoas a nossa mensagem, devemos focar nas emoções.

Transmitimos emoção de diversas maneiras. Primeiramente através do conteúdo, mas também pela expressão corporal, a forma de olhar, o tom de voz, a melodia da fala e as palavras escolhidas.

Prender a atenção não é tarefa tão fácil mas é básico na aprendizagem da eloquência. É um exercício de conexão com o receptor. Use emoção. Isso causará impacto e cativará as pessoas.

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments

Leave a Reply: