Carisma - Eloquência

Carisma

carisma Mandela

Carisma é um termo indescritível que muitas vezes é mal definido e usado incorretamente.

Apesar da crença popular, nem todas as celebridades têm carisma, e ser social, conhecer muita gente, também não significa ser carismático.

VOCÊ TEM MEDO DE FALAR EM PÚBLICO?

Receba por e-mail nosso guia gratuito sobre

​COMO VENCER ESSE MEDO:

1. O que é carisma?

Emprestado do antigo grego χάρισμα, khárisma (“graça concedida por Deus”).

As definições encontradas no dicionario são:

  • 1. (Cristianismo) Dom excepcional, graça, concedida por Deus a uma ou mais pessoas, como o dom da cura, a capacidade de “falar várias línguas”, etc., não para o bem de si, mas para o bem de todos.
  • 2. (Por extensão) Aura indefinível, que parece possuir alguém, muitas vezes relacionado à sua presença, que é capaz de atrair a adesão, o fascínio de um grande número de pessoas.

E o sociólogo Max Weber define o carisma como: “A crença na extraordinária qualidade […] de um personagem, que é, por assim dizer, dotado de forças ou características sobre-humanas ou sobrenaturais, ou pelo menos fora da vida cotidiana, inacessíveis aos mortais comuns; ou quem é considerado como enviado por Deus ou como um exemplo e, portanto, considerado um “líder”. “

Examinando essas definições, vemos que carisma é sobre os sentimentos de outras pessoas em relação a você.

Carisma é sobre conexão.

É sobre conectar-se com outras pessoas em um nível pessoal.

Carisma é sobre comunicação.

Sendo eloquente para transmitir sua mensagem.

Carisma é sobre propósito.

Ter um propósito maior que você e inspirar as outras pessoas.

As pessoas se sentem capazes de se superar e enfrentar desafios graças à sua influência.

Carisma é sobre ser um líder natural.

Você tem poder, influência, exerce persuasão com facilidade.

2. Como são as pessoas carismáticas?

Carisma requer um certo nível de experiência na vida e alguns de personalidade, relacionados ao fato de ser uma pessoa inspirante e aberta às outras pessoas.

Em termos de experiência de vida, a pessoa carismática:

  • tem autoestima,
  • está feliz e satisfeita, agradece à vida pelo o que tem,
  • é competente em uma ou várias áreas,
  • tem um projeto, uma causa, uma razão de viver maior que ela.

Em termos de personalidade, para ter carisma precisa-se:

  • ter bom carácter, ser caloroso,
  • ser sensível, quando tiver fraquezas não escondê-las,
  • ser positivo e entusiástico.
  • Ter empatia.

Carisma é a transferência de entusiasmo.

Ralph Archbold

Também precisa-se, claro, ter boa higiene e estar bem vestido (mesmo de maneira simples).

Todas as qualidades acima são qualidades necessárias para ser carismático.

Necessárias, mas não suficientes, porque está faltando a parte que nos interessa mais aqui nesse site: a eloquência!

3. Como se comunicam as pessoas carismáticas?

A. Conectar, comparar e contrastar

Os oradores carismáticos se adequam ao público. Eles ajudam os ouvintes à entenderem, se sentirem envolvidos e lembrarem de uma mensagem.

Uma maneira poderosa de fazer isso é usar metáforas, símiles e analogias.

Histórias e anedotas também tornam as mensagens mais envolventes e ajudam os ouvintes a se conectarem com o falante.

Os contrastes são uma tática fundamental porque combinam razão e paixão. John F. Kennedy’s “Pergunte não o que o seu país pode fazer por você, mas o que você pode fazer pelo seu país” é um ótimo exemplo disso.

B. Envolver e expressar

Líderes carismáticos usam perguntas retóricas para encorajar o engajamento.

Listas de três partes são uma tática eficaz usada porque elas expressam qualquer mensagem em tópicos importantes. Por que três? Porque a maioria das pessoas consegue lembrar de três coisas. Três dá uma sensação de completude.

C. Mostrar integridade, autoridade e paixão

Expressões de convicções morais e declarações que representam os sentimentos do grupo – mesmo quando os sentimentos são negativos – estabelecem a sua credibilidade, revelando a qualidade do seu personagem aos ouvintes.

Uma voz animada ajuda a demonstrar paixão: As pessoas que são apaixonadas variam o volume com o qual elas falam – sussurrando em pontos apropriados ou subindo a um crescendo para martelar um ponto. Emoção – tristeza, felicidade, excitação, surpresa – devem aparecer na voz. As pausas também são importantes porque transmitem controle.

carisma Madre Teresa

D. Usar elementos não verbais

A distância entre você e seu interlocutor revela o quanto vocês são íntimos. Mais perto você consegue se comunicar com uma pessoa, sem criar a impressão de invadir o espaço dela, mais a conexão será forte.

A postura deve ser confortável e com os ombros abertos para ocupar espaço.

Os gestos são apoios ao discurso para reforçar sua mensagem.

As expressões faciais também, e podem demostrar sentimentos e emoções. O sorriso é importante.

O olhar é fundamental para o carisma. Você deve olhar para as pessoas nos olhos, criando conexão e deixando-as à vontade.

Em suma, o carisma é um conjunto de habilidades e traços positivos misturados com a visão e a prospectiva que permite inspirar os outros a entrarem em ação.

A eloquência é uma habilidade fundamental do carisma.

Ser carismático é sobre como você faz as pessoas se sentirem.

É útil para todas as situações sociais e tê-lo pode fazer uma grande diferença na sua vida.

É algo com que nascemos, em parte, e pode ser desenvolvido independentemente da idade.

Ref: Learning Charisma, John Antonakis, Marika Fenley, Sue Liechti, faculdade de negócios e economia de Lausanne, 2012, Harvard Business Review

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments

Leave a Reply: